Geral

Planejar a compra de um imóvel é fundamental

Trocar de apartamento deve ser uma tomada de decisão consciente, por isso é bom ter em mente como se dá esse processo

Carlos Jose Berzoti, palestrante especializado no mercado imobiliário, destaca que trocar de apartamento deve ser uma tomada de decisão consciente, por isso é bom ter em mente como se dá esse processo. “A princípio, deve-se pensar como será dado o primeiro passo, será que vale a pena vender o imóvel que já tenho ou usá-lo como entrada no meu novo investimento?”, indaga. Para ele, apesar de poder haver uma depreciação no valor do bem, hoje em dia os mercados de vendas e crédito restrito estão gerando um grande movimento de permutas. “Antigamente a permuta era evitada por conta dos custos nas taxas de transferência, como cartório e ITBI, porém o hábito de se investir em imóvel tem aumentado e essa modalidade está sendo bem aceita”, lembra.

De acordo com Berzoti, outro ponto importante, é deixar todas as despesas do imóvel pagas, como condomínio e IPTU, evitando que a venda caduque. Ainda assim, existe a possibilidade da comercialização mesmo com algumas pendências, que normalmente são quitadas com o sinal da venda, já que essas despesas precisam estar pagas no ato da escrituração do imóvel em questão. “É válido lembrar, que esses fatores não prejudicam a venda, já que imóveis com financiamento imobiliário em andamento podem ser postos à venda. Tudo vai de acordo com a forma como a compra e venda está sendo feita”, sublinha.

A manutenção do imóvel também são pontos favoráveis para a venda; móveis planejados valorizam o espaço em até 10% no valor final e a conservação do espaço pode ser o ponto chave para que este processo seja mais tranquilo e rápido, explica ele. “Mesmo com esses fatores, tudo depende do preço que está sendo pedido e do quanto o comprador está interessado em investir. Algumas pessoas, inclusive, preferem imóveis para reforme, pois assim conseguem economizar para finalizar o ambiente da forma como quiserem”, ressalta.

Segundo ele, se você está pensando em realizar alguns reparos antes e colocar à venda, pense que vale a pena investir no máximo 10% do valor do imóvel, porque um valor maior pode ser difícil de se recuperar mesmo com a venda. “Então, o que acaba sendo mais vantajoso é manter o espaço como ele está e conceder essa porcentagem como um desconto na transação de venda”, salienta.

Documentação
A parte da documentação sempre parece ser mais chata e complicada, então vamos já pensar nela também. Berzoti explica que ao se efetuar a venda, a primeira consulta que o setor jurídico das imobiliárias faz, é analisar se os proprietários não têm restrição no Serasa e se eles possuem empresas em seu nome. “Na sequência, são checadas todas as certidões pessoais e ficais, além dos pagamentos de IPTU e Condomínio do imóvel - nos casos que hajam essa despesa. Em qualquer dos cenários, no ato da assinatura do contrato de compra e venda, toda essa documentação deve ser apresentada”, completa.

Restrições em nome dos vendedores nem sempre travam o negócio, tudo depende do que se trata. Além disso, existe a possibilidade dos vendedores possuírem mais do que um imóvel, ou bens pessoais que possam garantir eventuais prejuízos financeiros. Por esse motivo, antes de seguir em frente com o processo de venda é necessário consultar todas as informações disponíveis dos vendedores.

Colunas

CURITIBA RECEBE QUEEN EXPERIENCE IN CONCERT EM AGOSTO

O evento que acontece no dia 17 agosto, na Ópera de Arame, relembra os grandes clássicos da lendária banda de Freddie Mercury

Continue lendo

Obra ilegal não prescreve

Por Luiz Fernando de Queiroz autor do TPD-Direito Imobiliário e do Guia do Condomínio IOB

Continue lendo

Lei melhora a saúde da mulher

Por Mary Derosso

Continue lendo

Formas circulares para acolher

As formas curvas, utilizadas com um bom conceito, auxiliam, também, na leveza e praticidade das circulações dos espaços

Continue lendo

TURMA DO MARTINUS CELEBRA 40 ANOS DE FORMATURA

Por Bebel Ritzmann

Continue lendo

Registros e obrigações

Por Luiz Fernando de Queiroz autor do TPD-Direito Imobiliário e do Guia do Condomínio IOB

Continue lendo

O Morador  Online  - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por MMV
Fone: 41 - 3333-8017