Jurídico

Advogado criminalista mostra um novo olhar sobre o Direito Penal

Guilherme Lucchesi explica a importância do compliance numa época de inovações tecnológicas

Em aula no Curso de Compliance – Módulo de Direito Penal, organizado pela ESA – Escola Superior de Advocacia, o advogado criminalista Guilherme Brenner Lucchesi falou sobre a expansão do Direito Penal e o papel do compliance criminal em tempos de Quarta Revolução Industrial. O evento foi realizado na última quarta-feira (25), na sede da OAB Paraná, em Curitiba.

Lucchesi explicou como o Direito Penal tem cada vez mais se distanciado do Direito Penal tradicional, que lida com proteção de bens jurídicos individuais (vida, integridade física, dignidade, por exemplo), e passou a tutelar de forma mais expressiva interesses supraindividuais e coletivos, tais como meio ambiente, sistema financeiro e ordem tributária. O advogado observa que “o Direito Penal, então, acaba relativizando uma série de garantias ao ponto de chegar hoje, quando vivemos numa época de rápida evolução tecnológica disruptiva e irreversível, ao Direito Penal 4.0”.

“Por exemplo, num crime financeiro, como lavagem de dinheiro, o Direito Penal 4.0 está mais preocupado com a percepção social desse fato e de como a mídia vai recebê-lo. Isso é muito mais importante do que a condenação do criminoso e a prisão dele no final do processo. O que interessa é expor o investigado na imprensa como troféu, mostrá-lo de algemas, a Polícia Federal na porta do cidadão às seis da manhã para prendê-lo etc., se ele vai ser condenado ou absolvido pouco importa”, descreve o advogado.

De acordo com o advogado, a repercussão social positiva da criminalização, que elege o combate à corrupção e criminalidade como prioridade número um, permite que o sistema de garantias da dogmática penal, construído como limitação do poder punitivo, possa ser usado para expandir cada vez mais a responsabilidade penal.

Para Lucchesi, da equipe de profissionais do LXP Advogados, nesse novo olhar sobre o Direito Penal surgem novas formas de criminalização, como a teoria da cegueira deliberada, que permite a condenação de pessoas por crimes cometidos por seus funcionários, mesmo que não autorizem ou conheçam o delito praticado. “Portanto, é fundamental que empresários tenham total conhecimento dos riscos aos quais estão sujeitos”, admite. Ele coloca que as empresas devem adotar e aplicar programa de compliance, sendo fundamental a consulta a um advogado criminalista para identificar os riscos de responsabilidade penal, visando à prevenção da ocorrência de crimes.

Sobre Guilherme Brenner Lucchesi - advogado criminalista, doutor em Direito pelo Programa de Pós-graduação em Direito da UFPR. Master of Laws (LL.M.) pela Cornell Law School. Professor de Direito Penal do Unicuritiba. Coordenador adjunto da Pós-Graduação EAD em Direito Penal e Direito Processual Penal da ABDConst. Presidente do Instituto Brasileiro de Direito Penal Econômico (2018-2020). Diretor da Revista do Instituto dos Advogados do Brasil (2017-2019). Membro do New York State Bar (habilitação para advogar no Estado de Nova York - EUA).

Colunas

CURITIBA RECEBE QUEEN EXPERIENCE IN CONCERT EM AGOSTO

O evento que acontece no dia 17 agosto, na Ópera de Arame, relembra os grandes clássicos da lendária banda de Freddie Mercury

Continue lendo

Comportamento antissocial

Por Luiz Fernando de Queiroz, autor do TPD-Direito Imobiliário e do Guia do Condomínio IOB

Continue lendo

Lei dispõe sobre instalação de cercas energizadas

Por Mary Derosso

Continue lendo

Arquiteta explica diferença entre perspectiva artística e 3D

Modelos de desenho englobam profundidade e maior percepção do projeto

Continue lendo

Âmbito internacional

Por Bebel Ritzmann

Continue lendo

Devedor eleito síndico!

Por Luiz Fernando de Queiro, autor do TPD-Direito Imobiliário e do Guia do Condomínio IOB

Continue lendo

O Morador  Online  - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por MMV
Fone: 41 - 3333-8017