Condomínios

Esforço conjunto promove sustentabilidade ambiental em condomínio

Racionalizar o uso dos recursos naturais, diminuindo o impacto ao meio ambiente e reduzindo as despesas fixas do condomínio. Esse é um desafio crescente, especialmente nos grandes centros urbanos, e que envolve tanto as empresas da construção civil, quanto os moradores. Um conjunto de ações em desenvolvimento no Prime Class Residence, edifício residencial da Swell Construções e Incorporações no Água Verde, em Curitiba, tem se mostrado como um bom exemplo para tornar o condomínio mais sustentável.

O diretor de incorporações da Swell Construções, Leonardo Pissetti, lembra que a preocupação em tornar o empreendimento ecologicamente correto esteve presente desde a concepção do projeto. Em âmbito construtivo, aumentou-se o espaço entre as torres e a área de envidraçamento, acima do estabelecido pela norma para cada cômodo, favorecendo a iluminação e ventilação natural e reduzindo a necessidade de ar-condicionado.

Foram implantados dispositivos como, por exemplo, medidores individuais de água e gás, bacias sanitárias com caixa acoplada e válvula de descarga com duplo acionamento e torneiras com arejadores nos lavatórios, que oferecem boa vazão com baixo consumo de energia. Também foram disponibilizadas torneiras nas áreas comuns do térreo e na garagem que utilizam a água reaproveitada das chuvas para a limpeza destes ambientes.

Com a assembleia geral instalada e as chaves entregues, coube aos moradores adotar medidas para tornar o condomínio mais verde. A tarefa foi aceita pela síndica Adriana Moreira Cruz, especialista em Gestão Ambiental e Desenvolvimento Sustentável. O primeiro passo foi sensibilizar os moradores quanto à causa. A mobilização se deu por meio de e-mail, editais e até envio de mensagens no grupo dos moradores no WhatsApp, ressaltando os benefícios ambientais e econômicos do processo.

Com base nas necessidades, cultura e recursos financeiros disponíveis de um condomínio novo, foi elaborado um cronograma de ações elencando as prioridades. A primeira delas foi a instituição da coleta seletiva de lixo.  Para dar suporte à gestão do lixo reciclável, o condomínio fez uma parceria com uma empresa que transporta e dá a destinação correta aos resíduos.  A síndica diz que, hoje, 90% dos moradores do condomínio, que tem quase 90 apartamentos, fazem a separação correta do lixo.

O Morador  Online  - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por MMV
Fone: 41 - 3333-8017