Esportes

Ampliada em 62% participação nas atividades esportivas de contraturno

Somente em 2017 já foram realizados festivais de judô, ginástica rítmica, tênis, paradesporto, atletismo, lutas, entre outros

Em setembro deste ano o programa Escola+Esporte=10 (EE10) contabilizou 8.179 inscrições de crianças e adolescentes de 7 a 17 anos nas atividades esportivas de contraturno escolar. Os números representam um aumento de 62% em relação ao ano anterior.

“Investimos no contraturno por entendermos que é essencial para que nossas crianças e adolescentes possam aprender novas habilidades, socializar e praticar atividades que ajudam no seu desenvolvimento escolar e cidadão”, destacou o prefeito Rafael Greca.

Atualmente o EE10 conta com 512 turmas, sendo que 196 foram criadas em 2017, e oferece atividades em 28 modalidades diferentes. No final de setembro foi formalizado convênio com 32 entidades sociais, que abrirão mais 3.150 vagas para atividades do programa.

A prática de atividades esportivas descentralizadas tem atraído um grande número de jovens a conhecerem e experimentarem diferentes modalidades para escolherem aquelas que mais gostam. Esse foi o caso da jovem Isabela de Barros, de 11 anos, que começou a praticar futsal no Centro de Esporte e Lazer (Cel) Rua da Cidadania do Carmo.

Somado as atividades sistemáticas, o EE10 também trabalha para que os integrantes possam vivenciar o esporte em competições e festivais. Somente em 2017 já foram realizados festivais de judô, ginástica rítmica, tênis, paradesporto, atletismo, lutas, entre outros.

“Buscamos contemplar uma variedade de iniciativas nas ações de contraturno para fortalecer o papel do esporte como uma ferramenta de desenvolvimento pessoal e social dos jovens”, ressaltou o secretário municipal do Esporte, Lazer e Juventude, Marcello Richa.

Colunas

TRAJETÓRIA DE CÂNDIDO PORTINARI NA CAIXA CULTURAL CURITIBA

A exposição é composta por esboços, desenhos e estudos que revelam o processo criativo do artista

Continue lendo

Incêndio em condomínios: conhecimento e treinamento são fundamentais

Incêndio em condomínios: conhecimento e treinamento são fundamentais

O vice-presidente de Condomínios do Sindicato da Habitação e Condomínios (Secovi-PR), Dirceu Jarenko, explica que ter uma equipe e colaboradores preparados para ocasiões de urgência e emergência não é apenas uma questão de obrigatoriedade, mas de responsabilidade como cidadãos para a segurança de todos

Continue lendo

Lei coíbe prática da automedicação infantil

Por Mary Derosso

Continue lendo

Iluminação natural e amplitude trazem economia e sofisticação

Projetos que valorizam o aproveitamento da luz natural seguem princípios sustentáveis e economizam eletricidade

Continue lendo

Homenagem

Por Bebel Ritzmann

Continue lendo

Pagou, tem que provar!

Por Luiz Fernando de Queiroz

Continue lendo

O Morador  Online  - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por MMV
Fone: 41 - 3333-8017