Economia

Consórcios reúnem pessoas com objetivos similares e superam crise financeira

Tatiana Schuchovsky Reichmann comenta as vantagens de comprar imóveis por meio de consórcio

Indicado como opção de investimento seguro, o consórcio de imóveis está entre os segmentos que conseguiram se manter estáveis no período de recessão econômica pela qual o país passou no ano passado - e que ainda persiste em alguns setores em 2017. Dados da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC) revelam que no segmento de imóveis foram comercializados R$ 26,72 bilhões em 2016 e já houve crescimento de 29,4% no volume de crédito comercializado no primeiro bimestre de 2017, em comparação com o mesmo período do ano anterior.

Analistas do mercado acreditam que as características desta modalidade de negócio foram fundamentais para o desempenho positivo. O consórcio é um exemplo da chamada economia colaborativa, que reúne pessoas com necessidades similares para comprar um bem de maneira mais acessível. Ao adquirir uma cota, os consorciados contribuem mensalmente com uma parcela, que forma o fundo comum do grupo. Esse recurso é utilizado para contemplar um ou mais participantes a cada mês.

Na opinião da diretora-superintendente da Ademilar Consórcio de Investimento Imobiliário, Tatiana Schuchovsky Reichmann, as vantagens são muitas. “No consórcio, o participante é beneficiado pelo montante reunido pelo grupo e, com isso, além de não pagar juros, como em outros modelos de negócio, pode negociar a compra de um imóvel à vista com a carta de crédito em mãos”, analisa.

Para o presidente executivo da ABAC, Paulo Roberto Rossi, o consumidor está cada vez mais ciente da necessidade do planejamento financeiro para driblar a crise. “Momentos como os atuais exigem que a população adote ainda mais a essência da educação financeira e da colaboração. Somente com ações sustentáveis em relação ao uso do dinheiro será possível manter um orçamento pessoal e familiar equilibrado”, afirma.

Primeira empresa a trabalhar especificamente com o consórcio de imóveis, a Ademilar registrou crescimento nas vendas nos estados do Paraná, de São Paulo e Santa Catarina em 2016 e vem mantendo a performance em 2017. Apenas nos dois primeiros meses do ano, a empresa obteve alta de 57,42%, em comparação ao mesmo período do ano anterior. Número duas vezes maior que o segmento nacional apresenta, com 29,4%.

Considerando os 12 meses do ano passado, a Ademilar cresceu 39,66% no Paraná, 24,67% em Santa Catarina e 31,27% em São Paulo. Em 2017, os percentuais estão em patamares ainda mais elevados: 54,97%, 17,22% e 163,85%, respectivamente. Cabe assinalar que em São Paulo foram abertas novas unidades da empresa.

Tatiana credita o resultado ao trabalho de consultoria e acompanhamento financeiro que a empresa oferece a seus clientes. “Ao adquirir um consórcio, o consumidor está concretizando um projeto de vida: o sonho da casa própria ou da aposentadoria imobiliária, com a formação de uma carteira de imóveis para locação”, frisa. Ela ainda ressalta que os consultores da empresa atuam de maneira próxima ao cliente, inclusive apresentando dicas de educação financeira.

Colunas

CURITIBA RECEBE QUEEN EXPERIENCE IN CONCERT EM AGOSTO

O evento que acontece no dia 17 agosto, na Ópera de Arame, relembra os grandes clássicos da lendária banda de Freddie Mercury

Continue lendo

Comportamento antissocial

Por Luiz Fernando de Queiroz, autor do TPD-Direito Imobiliário e do Guia do Condomínio IOB

Continue lendo

Lei dispõe sobre instalação de cercas energizadas

Por Mary Derosso

Continue lendo

Arquiteta explica diferença entre perspectiva artística e 3D

Modelos de desenho englobam profundidade e maior percepção do projeto

Continue lendo

Âmbito internacional

Por Bebel Ritzmann

Continue lendo

Devedor eleito síndico!

Por Luiz Fernando de Queiro, autor do TPD-Direito Imobiliário e do Guia do Condomínio IOB

Continue lendo

O Morador  Online  - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por MMV
Fone: 41 - 3333-8017