Economia

Preço médio de apartamentos em Curitiba registra queda

O preço médio do metro quadrado de um imóvel localizado em Curitiba fechou em retrocesso pelo quarto mês consecutivo e chegou a R$ 4.566,00

O Index Curitiba, levantamento mensal elaborado pelo Imovelweb, um dos maiores portais do mercado imobiliário do Brasil, avaliou os preços para venda e locação, além da rentabilidade, de apartamentos localizados na capital paranaense.

O preço médio do metro quadrado de um imóvel localizado em Curitiba fechou em retrocesso pelo quarto mês consecutivo e chegou a R$ 4.566,00. Nos últimos doze meses, a baixa acumulada é de 0,9%, que representa uma queda real de 4%.

Neste cenário, a região da Matriz se sobressaiu, registrando o maior preço para venda da cidade, R$ 6.422,00. Santa Felicidade, cujo valor do metro quadrado está cotado em R$ 5.397,00, foi a localidade com a maior valorização anual, 1%

Confira agora o ranking dos bairros mais caros e mais baratos para venda em Curitiba:

Mais caros (metro quadrado)
Alto da XV R$ 7.758,00
Centro Cívico R$ 7.439,00
Alto da Glória R$ 7.038,00
Mais baratos (metro quadrado)
Santa Cândida R$ 3.181,00
Campo de Santana R$ 2.810,00
Tatuquara R$ 2.800,00

Já o preço para locação se manteve estável. Em fevereiro de 2018, o aluguel médio de um apartamento de 65m², dois dormitórios e uma vaga de garagem, na capital paranaense ficou em R$ 979,00. Já nos últimos doze meses, o aumento apurado é de 4,3%, índice acima da inflação (3%), que resultou em um acréscimo real de 1%.

Para quem deseja alugar um imóvel na cidade, a região da Matriz é a mais cara, R$ 1.206,00 mensais. Pinheirinho e Bairro Novo oferecem as melhores ofertas, R$ 820,00 e R$ 819,00 mensais, respectivamente. A região que registrou a maior valorização anual, 14,7%, foi Cidade Industrial, cujo valor para locação está cotado em R$ 1.192,00.

A seguir, o ranking dos bairros mais caros e baratos para locação de Curitiba:

Mais caros (preço mensal)
Prado Velho R$ 1.926,00
Ecoville R$ 1.658,00
Mossunguê R$ 1.516,00
Mais baratos (preço mensal)
Hauer R$ 813,00
Parolin R$ 755,00
Campo de Santana R$ 704,00

Já a rentabilidade segue em recuperação e se manteve no patamar de 4,2% anual. Portanto, são necessários 23,9 anos de aluguel para recuperar o gasto com a compra, tempo 3,4% menor do que há um ano.

Confira agora o ranking dos bairros mais e menos atrativos para investir:

Mais rentáveis %
Mossunguê 6,6%
Atuba / Capão da Imbuia 5,2%
Champagnat 5,1%
Menos rentáveis %
Seminário 3,1%
Jardim das Américas 2,7%
São Lourenço 1,9%

“Com a retomada da confiança do consumidor, considerando também a queda dos juros, da inflação e do desemprego, o mercado imobiliário, aos poucos, mostra sinais de recuperação. Portanto, a perspectiva para a capital paranaense, bem como para as demais grandes metrópoles do País, é de aquecimento do setor durante o ano de 2018”, destaca Mateo Cuadras, CEO do Imovelweb.

Colunas

Antonio Fagundes vem a Curitiba com a comédia Baixa Terapia

Assistida por mais de 90 mil expectadores em São Paulo, a peça que rendeu o prêmio Shell de melhor atriz para Ilana Kaplan, segue em turnê nacional. Ela chega em única apresentação na capital paranaense, dia 6 de maio, no Guairão

Continue lendo

Paredes laterais sem dono

Por Luiz Fernando de Queiroz, autor do TPD-Direito Imobiliário e do Guia do Condomínio IOB

Continue lendo

CONHECENDO NOSSAS LEIS

Por Mary Derosso

Continue lendo

Orientações de como organizar a casa sem erros

A organização da casa deve ser encarada como um mantra a ser realizado todos os dias e não de maneira esporádica

Continue lendo

Rogério Cordoni no Pequeno Cotolengo

Por Bebel Ritzmann

Continue lendo

Pagar cota é dever legal

Por Luiz Fernando de Queiroz

Continue lendo

O Morador  Online  - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por MMV
Fone: 41 - 3333-8017