Cultura

Ex-alunos da EMBAP se unem em exposição e reivindicam restauração de prédio histórico da escola

Mostra prossegue até dia 10 de maio na escola, em Curitiba

Até 10 de maio, ex-alunos da Escola de Música e Belas Artes do Paraná - EMBAP mostram seus trabalhos em “TEMPOfragmentoESPAÇO”, que faz parte das comemorações dos 70 anos da instituição de ensino. As obras ficam em exposição na sede da escola na Rua Francisco Torres, 253.

Os artistas plásticos André Dias, Andréa Bertoletti, Carla Nardes, Deise Dias, Elaine Santos, Lisiane Barreto, Marcelo de Oliveira, Miriam Ledur e Vivien Zanlorenzi explicam que a iniciativa também é uma maneira de dar start num movimento em prol da escola e, principalmente, da restauração da sede no prédio histórico da Rua Emiliano Perneta, que está fechada e em total abandono. Em seus 70 anos, a EMBAP foi responsável pela formação de grandes artistas, como Juarez Machado, Fernando Calderari, Juliane Fuganti, entre tantos que alcançaram projeção nacional e internacional.

A exposição tem a organização de Vivien Zanlorenzi, professora da Fundação Cultural de Curitiba. Os artistas plásticos são ex-alunos da turma de Gravura 1995 e acreditam que a mostra tem por objetivo estreitar um elo entre a produção acadêmica de cada um e a vivência atual, já que nem todos continuaram com a produção artística e seguiram caminhos diversos.

“São 23 anos de formandos. A união tem sido o traço diferenciado desta turma de fortes. Neste tempo, cada destino... um fragmento. Família, sonhos e caminhos distintos. Aqui estamos novamente reunidos pela escola e pelo amor a arte, que ainda é o mesmo, para lembrar nossas origens artísticas contrapondo-as a fragmentos que retratam a experiência de vida que nos trouxe até esta exposição. Um ato gravado neste espaço”, descrevem os artistas.

A exposição apresenta gravuras, fotografias, instalações e outras formas de expressão da arte. Miriam Ledur, uma das artistas, revela que “está sendo um laboratório, uma experiência muito legal que nos traz a possibilidade de um reencontro com a arte, com a escola e com colegas e amigos que andavam dispersos”. Ela observa que é muito triste passar pelo centro da cidade e ver o prédio histórico da EMBAP. “A escola se instalou lá em 1951. Urge a necessidade de projetos de recuperação da sede para que seja aproveitada como mais um espaço para incentivo à cultura e às belas artes”, declara.

Serviço:

Exposição “TEMPOfragmentoESPAÇO” de artistas plásticos e ex-alunos da EMBAP

Data: até 10 de maio (quinta-feira), na Galeria EMBAP (Rua Francisco Torres, 253 - Centro) -

Curitiba - PR

Colunas

CURITIBA RECEBE QUEEN EXPERIENCE IN CONCERT EM AGOSTO

O evento que acontece no dia 17 agosto, na Ópera de Arame, relembra os grandes clássicos da lendária banda de Freddie Mercury

Continue lendo

Comportamento antissocial

Por Luiz Fernando de Queiroz, autor do TPD-Direito Imobiliário e do Guia do Condomínio IOB

Continue lendo

Lei dispõe sobre instalação de cercas energizadas

Por Mary Derosso

Continue lendo

Arquiteta explica diferença entre perspectiva artística e 3D

Modelos de desenho englobam profundidade e maior percepção do projeto

Continue lendo

Âmbito internacional

Por Bebel Ritzmann

Continue lendo

Devedor eleito síndico!

Por Luiz Fernando de Queiro, autor do TPD-Direito Imobiliário e do Guia do Condomínio IOB

Continue lendo

O Morador  Online  - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por MMV
Fone: 41 - 3333-8017