Cultura

Apresentação do Coral da CAA e OAB Paraná com canções do Rei Leão encantou o público

Grupo vocal apresentou canções da animação da Disney "Rei Leão"

O Coral da Caixa de Assistência dos Advogados e OAB Paraná encantou o público durante apresentação que fez na última semana no Teatro Bom Jesus em Curitiba. Dividindo o palco com o Coral da FAE, Coral Infantil Bom Jesus Nossa Senhora de Lourdes e com a Big Belas Band, da Escola de Música e Belas Artes do Paraná (EMBAP), o grupo cantou clássicos da animação da Disney Rei Leão. Este foi o segundo ano consecutivo que o Coral da Caixa dos Advogados e OAB Paraná faz uma participação especial no tradicional Concerto Musical do Coral FAE e Big Belas Band. A diretora da CAA/PR e coordenadora do Coral, Iolanda Gomes, prestigiou a apresentação.

O Coral da CAA e OAB Paraná apresentou um medley com três músicas do Rei Leão com as canções Ciclo da Vida, O que eu quero mais é ser Rei, Hakuna Matata e também cantou a música Esta noite o amor chegou, além de no final do espetáculo cantar com todos os coros a música ‘Can't stop the feeling’, do filme Trolls.

Para esta apresentação o Coral teve um trabalho intenso de preparação, com estudos, ensaios e até gravações. Foram os próprios coralistas que providenciaram os adereços e figurino usado em cena. Três integrantes do grupo tiveram participação especial como solistas: a advogada e ex-conselheira estadual da OAB, Rita Lopes, o advogado Marcelo Pereira Bento, e a dependente estatutária Maria Paula Bandeira Mosimann.

“Foi fantástico. Me senti muito honrada e orgulhosa com o convite para ser solista. No início achei difícil, mas a nossa regente Carol e o arranjador Hugo me deram todo suporte e fui muito bem preparada. É um grupo muito bacana, onde a gente se sente confortável”, relata Rita Lopes que está no Coral há cerca de um ano de 8 meses e além das aulas no grupo também faz técnica vocal fora do Coral. “Só quem está dentro do Coral que sabe como o ambiente é alegre, festivo, de aprendizagem e companheirismo tudo isso derivado da equipe que está com a gente e nos bastidores da Caixa de Assistência”, afirmou a advogada que foi responsável pelo solo que deu início à participação do Coral no espetáculo.

“Acho que essa apresentação mostrou que o grupo está amadurecendo e que podemos fazer sempre melhor. A receptividade do público foi emocionante, as pessoas cantaram junto, as crianças dançaram, foi uma apresentação que encantou o público”, resume a regente Ana Caroline de Paula. “Tivemos um trabalho intenso de preparação desde a primeira semana de setembro. Tivemos que estudar muito, ensaiar muito. Todos se dedicaram, se esforçaram, venceram o medo do palco para esta apresentação”, completou a responsável pelo grupo.

O espetáculo Rei Leão voltará a ser apresentado no dia 5 de dezembro, na Capela Santa Maria (Rua Conselheiro Laurindo, 273 – Centro), com início previsto para as 19h30.

CORAL: O Coral da CAA e OAB é formado por advogados e dependentes estatutários em projeto desenvolvido pela CAA/PR desde maio de 2015. Atualmente conta com cerca de 60 integrantes. Os ensaios são semanais e os interessados em ingressar no grupo podem se inscrever a qualquer momento pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou telefone (41) 3513-2800. A CAA-PR também desenvolve o projeto Coral em Londrina. Os interessados podem se informar pelo telefone (43) 3294-5900 ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

www.caapr.org.br

Colunas

SESI Música une Mano a Mano Trio e João Bosco no mesmo palco

A apresentação é inédita e acontece no dia 18 de novembro em uma realização do SESI Cultura Paraná

Continue lendo

Silêncio é lei noite e dia

Por Luiz Fernando de Queiroz, autor do TPD-Direito Imobiliário e do Guia do Condomínio IOB

Continue lendo

Lei traz benefícios aos deficientes visuais

Por Mary Derosso

Continue lendo

Arquiteto fala sobre os principais erros ao começar uma construção

É comum se cometer erros ao realizar uma construção, principalmente para os “marinheiros de primeira viagem”

Continue lendo

Nova imortal

Por Bebel Ritzmann

Continue lendo

Acesso forçado à unidade

“O condômino está obrigado a permitir o acesso à área privativa se isso for indispensável para a realização de obras de conservação do edifício condominial.”

Continue lendo

O Morador  Online  - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por MMV
Fone: 41 - 3333-8017