Cidade

Por que alugar direto com o proprietário? Veja as vantagens!

Quem precisa se mudar de cidade ou mesmo de imóvel tem muitos desafios pela frente

Além de ter que encontrar a moradia ideal dentre tantas disponíveis no mercado, existem os entraves decorrentes das inúmeras exigências das imobiliárias. Além de os critérios serem cada vez mais restritos, é muito comum que as opções diminuam consideravelmente na busca por imóveis para alugar em Curitiba.

Isso acontece porque a imobiliária tem uma série de procedimentos que não são flexíveis. Quando um cadastro é reprovado, fica difícil conseguir negociar com a mesma empresa. Por conta disso, muitas pessoas optam por realizar a locação direto com o proprietário do imóvel.

Mas será que essa é uma negociação segura? Para deixar você tranquilo e para que você tire as dúvidas a respeito de um contrato feito sem intermediários, preparamos esse post com as vantagens em alugar direto com o proprietário. Veja agora!

É mais barato
Na grande maioria das vezes, buscar apartamentos para alugar direto com o proprietário custa menos do que as transações feitas por intermédio de um corretor ou de uma imobiliária.

Isso acontece porque os profissionais cobram taxas de serviços que ficam embutidas no valor do aluguel.

Além disso, uma imobiliária precisa pagar os custos das instalações, dos salários dos funcionários e de diversas outras obrigações de uma empresa.

No caso do aluguel direto com o proprietário, o inquilino fica isento desses valores e paga somente o valor do imóvel.

Isso evita que você coloque seu dinheiro em um imóvel superfaturado e que vale menos do que você paga.

Para ajudar você a pagar um preço justo, uma dica é fazer uma pesquisa de valores de imóveis semelhantes na mesma região de interesse. Esse conhecimento protege suas finanças e evita que você caia em golpes.

É menos burocrático
Alugar um imóvel com uma imobiliária é um grande exercício de paciência. Além da vasta documentação que deve ser apresentada, o inquilino precisa contratar seguro-fiança ou ir atrás de um fiador.

Tudo isso, além de ocupar o tempo dos envolvidos, dificulta a aprovação do nome do interessado e da assinatura do contrato.

Outra exigência comum são holerites e comprovantes de score bancário. O problema mora no fato de que, hoje, muitas pessoas ainda estão negativadas, fato que nem sempre implica em inadimplência do aluguel.

No caso de haver impedimento nos critérios acima, as imobiliárias podem exigir cauções inimagináveis e que podem chegar a dez vezes o valor da locação. Isso impossibilita a negociação e dificulta a vida do inquilino.

No aluguel direto com o proprietário, a maioria desses requisitos pode ser negociada. Você pode fazer um depósito de um aluguel adiantado ou argumentar com o proprietário que suas restrições foram em épocas mais difíceis da vida.

Os fiadores também podem ser dispensáveis, já que é de conhecimento de todos que essa é uma garantia que gera constrangimento entre inquilino e garantidor.

Outra dica é diluir o valor do caução nas parcelas do aluguel. Essa é uma forma de garantia que impacta menos no orçamento, mas que continua assegurando ao proprietário que ele está entrando em uma negociação confiável.

É protegido pela lei
Engana-se quem pensa que o aluguel direto com o proprietário é proibido. Hoje em dia, graças à Lei do Inquilinato, as partes envolvidas no contrato estão protegidas pela nossa legislação.

A partir do momento em que o documento é assinado, tanto locador quanto locatário tem as mesmas obrigações do que se a transação tivesse acontecido por meio de uma imobiliária.

O locatário continua responsável pelo estado de conservação do imóvel e também está sujeito a multas e demais sanções em caso de atrasos ou inadimplência.

O respaldo jurídico é semelhante e as partes do contrato devem cumprir com as suas obrigações e usufruir dos seus direitos.

Tudo depende da redação do contrato e da atenção dos envolvidos às cláusulas mais importantes. É essencial, também, ser cuidadoso com o documento de vistoria. Essa é a parte do contrato que fala do estado de conservação do imóvel e lista os eventuais problemas que a propriedade apresenta.

Isso evita que locador saia no prejuízo na hora de recuperar o imóvel e que o locatário precise pagar por detalhes que não foram causados por ele ou durante a vigência do contrato.

Tem negociação flexível
Quando você em a sorte de encontrar o imóvel ideal para locação direto com o proprietário, tudo fica mais fácil.

Um exemplo disso é o valor de locação, que fica muito mais sujeito a negociação quando a conversa é feita sem intermédio de uma imobiliária.

Com uma boa conversa e um bom poder de persuasão é possível conseguir descontos no valor do aluguel ou até um abatimento por tempo determinado.

Outra vantagem da flexibilidade é que o locador pode abrir mão dos aluguéis antecipados, já que, tanto quanto você, ele também precisa fechar negócio.

É possível, por exemplo, negociar que o caução seja depositado em parcelas iguais ou que ele seja diluído nos primeiros aluguéis.

Isso facilita a negociação e ajuda o inquilino a encontrar o imóvel que precisa, sem abusos e com valores justos.

Possibilita acordos
Claro que ninguém aluga um imóvel pensando em atrasar o pagamento. Ainda assim, nós sabemos que imprevistos podem acontecer.

No caso das imobiliárias, qualquer atraso implica em juros altos e multas até o dia do pagamento. Na modalidade direto com o proprietário, essas sanções podem ser negociadas.

É possível você sentar para conversar com o locador e explicar a sua situação, evitando despejos e multas exageradas.

Em alguns casos, o locador pode parcelar os valores atrasados e evitar que a dívida se acumule, afinal, ele também quer receber o dinheiro devido.

Outro acordo comum é dividir as despesas do condomínio, por exemplo. Com as imobiliárias isso não é possível, já que o pagamento é feito para as próprias administradoras.

Embora as imobiliárias tentem democratizar o processo de locação, as exigências ainda são muitas e continuam dificultando a vida do inquilino que não tem um fiador ou uma grande quantia para depósito adiantado.

Nesse sentido, alugar direto com o proprietário pode ser uma opção fácil, vantajosa e muito mais tranquila.

Você quer saber mais sobre esse e outros assuntos do mercado imobiliário? Quer saber como encontrar casas para alugar em Curitiba direto com o proprietário? Aproveite para assinar nossa newsletter e receber nosso conteúdo diretamente em sua caixa de entrada!

Colunas

TEATRO POSITIVO RECEBE NESTE SÁBADO ATOM PINK FLOYD TRIBUTE

A banda irá apresentar a turnê nacional THE DARK SIDE OF THE MOON. Os ingressos podem ser adquiridos através dos quiosques ou pelo site do Disk Ingressos

Continue lendo

Paredes laterais sem dono

Por Luiz Fernando de Queiroz, autor do TPD-Direito Imobiliário e do Guia do Condomínio IOB

Continue lendo

CONHECENDO NOSSAS LEIS

Por Mary Derosso

Continue lendo

Orientações de como organizar a casa sem erros

A organização da casa deve ser encarada como um mantra a ser realizado todos os dias e não de maneira esporádica

Continue lendo

Rogério Cordoni no Pequeno Cotolengo

Por Bebel Ritzmann

Continue lendo

Pagar cota é dever legal

Por Luiz Fernando de Queiroz

Continue lendo

O Morador  Online  - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por MMV
Fone: 41 - 3333-8017