Cidade

Da China aos EUA, os olhos voltam-se de novo para Curitiba

Inovar sempre foi uma característica de Curitiba

A cidade - que pensou uma urbanização de vanguarda em 1943 (com o Plano Agache, do francês Alfred Agache) e a modernizaria em 1965, com Jorge Wilheim - sempre esteve adiante com ideias que inovaram na mobilidade e na urbanização, sem contar no mundo acadêmico e tecnológico.

Esta visão de futuro, que atraiu por anos milhares de estudiosos e lideranças, está sendo resgatada. E Curitiba está fazendo com que o mundo volte seus olhos para cá, para capital da Luz dos Pinhais. A nossa capital passou por um período de penumbra, com a falta de criatividade e de falta de iniciativa e diplomacia da gestão anterior - agora está retomando com muito trabalho o espaço que sempre teve no cenário mundial.

O foco de vender Curitiba, seja para turismo, para atração de investimento ou pelas inovações de políticas urbanas, já resultou em oito novos acordos internacionais. Recebi, ainda, 81 delegações e comitivas internacionais. Foram também promovidos encontros e congressos, bem como ações para estreitar as relações comerciais.

Busquei também aproximar o corpo diplomático do município aos consulados e seus representantes na cidade. Como resultado imediato, garanti o apoio dos consulados ao Natal de Curitiba, reforçando, dessa maneira, a identidade cosmopolita e multiétnica de Curitiba. Dentre os projetos de diplomacia implantados, retomei ainda o diálogo com a Agência Brasileira de Cooperação do Itamaraty; assinei o protocolo de intenções entre a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) e Curitiba; estabelecemos o Termo de Entendimento Suécia e Brasil – Agricultura Urbana; o Protocolo de Intenções Finlândia; o Protocolo de Intenções Columbus e o Protocolo de Intenções Orlando. Também realizamos, no âmbito do turismo, o evento Orlando Week: Turismo, aderimos ao projeto Mobilise Your City, e promovemos o Climate and Clean Air Coalition: Workshop e Consultoria, sem custo ao Município. Também realizamos um importante café da manhã com secretários municipais, oferecido pela Câmara de Comércio dos EUA – AMCHAM, e um encontro estratégico
com o corpo consular de Curitiba.

Inaugurei, no Centro Cívico, a Praça da China onde instalamos no local a estátua do filósofo e pensador chinês, Confúcio, feita pelo artista Wu Weishan. A praça é uma homenagem aos nossos parceiros e remete à Bienal de Curitiba 2017, que homenageia, este ano, a China. A estátua de Confúcio é um presente recebido do governo chinês.

Nesses nove meses, tempo de uma gestação, em analogia, recebi delegações de diversos países. Entre eles: Japão, Qatar, Estados Unidos, Israel, Colômbia, Paraguai, Mongólia, Ucrânia, Finlândia, Itália, entre outras nações. Além de diplomatas, representantes de diversas delegações estiveram na Secretaria Municipal do Meio Ambiente, IPPUC, Vale do Pinhão e outros órgãos da Prefeitura de Curitiba para conhecer o nosso trabalho, identificar possíveis parcerias e realizar estudos sobre a cidade.

Além das ações consolidadas, temos outros tantos projetos em andamento. Ainda este ano, vou assinar o protocolo de intenções com a Agência Brasileira de Cooperação, acordo de cooperação entre instituições holandesas, também entre cidades da Europa e da América Latina. Com o Japão, devemos firmar uma nova parceria internacional com a agência Jica, para o desenvolvimento de novas tecnologias para geração de energia, promover a Maratona Internacional de Curitiba e receber os atletas de Columbus, estabelecendo, ainda, o projeto Embaixadores do Futuro. Há também, neste movimento de parcerias internacionais, o projeto de gestão integrada de resíduos sólidos urbanos, o projeto TOI Mayor’s Challenge, a promoção da Fira Barcelona e a candidatura de Curitiba ao Comitê Regional do ICLEI América do Sul. Na área cultural, esperamos receber também o ilustre conserto do pianista húngaro György. Todo esse movimento de internacionalização insere a cidade, mais uma vez, à agenda global das relações políticas e diplomáticas, a
bre as portas para a expansão de novas parcerias comerciais e oportunidades de negócios em âmbito global, além de reaquecer a economia e explorar o potencial econômico da capital paranaense, resgatando o protagonismo internacional da nossa amada Curitiba.

Colunas

Zucchero encerra turnê brasileira em Curitiba

Ingressos já estão à venda para o show do mito da música italiana que faz única apresentação, no próximo dia 29 de outubro, no palco do Teatro Positivo – Grande Auditório

Continue lendo

O pé-direito do elevador

Por Luiz Fernando de Queiroz é autor do TPD-Direito Imobiliário e do Guia do Condomínio IOB

Continue lendo

Inovação com segurança

No ano de 2005, o vereador Zé Maria, protocolou o Projeto de Lei 005.00167.2005, com a seguinte justificativa: “Curitiba cresceu, e muito. Deixou de ser uma província, há muito tempo. Há 31 anos, em 1974, a prefeitura implantou o sistema de Ônibus Expresso, inicialmente, com apenas duas linhas, Norte-Sul e Leste-Oeste. A inovação foi grande

Continue lendo

Projetos em contêineres

O universo da arquitetura e decoração está sempre em movimento, com inovações que levam personalidade para os projetos

Continue lendo

Lounge no Fashion Walk

Por Bebel Ritzmann

Continue lendo

Síndico omisso cede ação

Por Luiz Fernando de Queiroz autor do TPD-Direito Imobiliário e do Guia do Condomínio IOB

Continue lendo

O Morador  Online  - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por MMV
Fone: 41 - 3333-8017