Vida em Condomínio

Como é um prédio seguro

Cuidados básicos podem aumentar consideravelmente a segurança do condomínio

Recebemos do Secovi-RJ exemplar de sua cartilha “Condomínios Imobiliários”, com centenas de dicas para quem vive em edifício, destacando-se as orientações sobre a segurança no condomínio. Tratando-se de um sindicato com destaque na sua área de atuação, é importante dar ouvidos ao que nos tem a dizer.

“A segurança é de importância básica ao condomínio” e “a segurança está em primeiro lugar”, ressalta a publicação. Ou como já dissemos alhures, segurança e conforto são os dois principais fatores que levam as pessoas a morar em condomínio.

Vejamos, pois, algumas das indicações do Secovi-RJ.

Cuidados básicos
1. Utilize crachás para identificar prestadores de serviço (que vão circular dentro do condomínio).
2. Obrigue os empregados do prédio a usar crachás.
3. Identifique os carros dos condôminos com cartões ou selos adesivos para fixação no para-brisa.
4. Mantenha na portaria fichas dos empregados domésticos com nome, número de documentos, fotos e determinações especiais dos patrões.
5. Controle (ou proíba) o acesso dos entregadores de pizzas, flores, compras etc., pois já houve casos de assaltantes se disfarçarem adentrarem ao prédio com consentimento do morador.
6. Nota: existe um “passador” de pizza, flores etc. que funciona sem abrir o portão da rua.
7. Instale (se possível) um telefone na portaria do edifício e um sistema de alarme que toque em algum prédio vizinho.
8. Evite que os empregados do prédio aceitem chaves dos condôminos, ainda que temporariamente.
9. Procure instalar os equipamentos auxiliares compatíveis com seu prédio (alarmes, sensores, circuitos de TV etc.).
10. Recomende aos moradores que acionem os alarmes de seus carros, além de trancá-los corretamente e não deixar objetos de valor expostos nos bancos.
11. Recomende a utilização de cadeados nas bicicletas e motos.
12. Obrigue a identificação dos empregados de concessionárias de serviços (telefone, água, luz). Se for o caso, faça o porteiro confirmar o defeito com o condômino e acompanhar o prestador de serviço até o local, confirmando também, quando necessário, por telefone, com a concessionária.

Garagem
A cartilha do Secovi-RJ também dá outras instruções sobre a segurança no prédio. Com relação ao para-raios, lembra que “tem que ser periodicamente vistoriado, verificando-se o estado dos cabos e isoladores”.

A respeito da garagem, “um caminho fácil para assaltantes”, alerta que “o motorista ao entrar ou sair deve observar se nada de estranho há nos arredores e ao entrar aguardar próximo do portão o seu fechamento completo”.

Destaca, ainda, que “o interfone é um aparelho de segurança”, que permite ao porteiro comunicar a chegada de visitantes ou de encomendas, evitando que a portaria fique desguarnecida ou que algum estranho entre no prédio sem a devida anuência de um morador.

Colunas

CURITIBA RECEBE QUEEN EXPERIENCE IN CONCERT EM AGOSTO

O evento que acontece no dia 17 agosto, na Ópera de Arame, relembra os grandes clássicos da lendária banda de Freddie Mercury

Continue lendo

Comportamento antissocial

Por Luiz Fernando de Queiroz, autor do TPD-Direito Imobiliário e do Guia do Condomínio IOB

Continue lendo

Lei dispõe sobre instalação de cercas energizadas

Por Mary Derosso

Continue lendo

Arquiteta explica diferença entre perspectiva artística e 3D

Modelos de desenho englobam profundidade e maior percepção do projeto

Continue lendo

Âmbito internacional

Por Bebel Ritzmann

Continue lendo

Devedor eleito síndico!

Por Luiz Fernando de Queiro, autor do TPD-Direito Imobiliário e do Guia do Condomínio IOB

Continue lendo

O Morador  Online  - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por MMV
Fone: 41 - 3333-8017