Arquitetura & Decoração

Arquiteta explica diferença entre perspectiva artística e 3D

Modelos de desenho englobam profundidade e maior percepção do projeto

O constante desafio e objetivo do arquiteto é proporcionar um projeto de qualidade para o cliente, onde seus sonhos sejam personificados naquele local. Para isso, atualmente existem dois tipos de desenhos: a perspectiva artística e o 3D. De acordo com a arquiteta Priscila Tressino, os desenhos mostrados aos clientes nada mais são que uma maneira de representar ideias. Apesar dos dois atuais modelos, “o foco é trabalhar a profundidade do projeto, para que o cliente tenha uma percepção maior do que será entregue”, explica a arquiteta.

Quando fala-se da perspectiva artística o objetivo é entender que o desenho irá contemplar toda a composição visual, desde altura, largura e profundidade. Este tipo de obra não é utilizado apenas na arquitetura, mas também em diversas profissões, como arte, engenharia, computação, entre outras.

Na arquitetura, o desenho com perspectiva compõe diversos cálculos matemáticos e precisos, dando estabilidade na ideia que será mostrada. “Este tipo de desenho permite que mostremos mais a fundo o que será o projeto para o cliente. Ele dá a ideia e contempla o espaço que temos, não se torna algo utópico, mas com precisão”, conta Priscila.

Já o 3D tornou-se uma tecnologia que engloba as primícias da perspectiva, porém, com um acréscimo de dimensão. Ele é realizado por programas computadorizados e dá uma visualidade ampla do projeto para o cliente.

“Apesar da tecnologia utilizada, é importante sempre alertar o cliente o consumidor que o 3D pode passar a ideia de um ambiente mais amplo do que muitas vezes será realmente projetado”, alerta a arquiteta.

Colunas

CURITIBA RECEBE QUEEN EXPERIENCE IN CONCERT EM AGOSTO

O evento que acontece no dia 17 agosto, na Ópera de Arame, relembra os grandes clássicos da lendária banda de Freddie Mercury

Continue lendo

Comportamento antissocial

Por Luiz Fernando de Queiroz, autor do TPD-Direito Imobiliário e do Guia do Condomínio IOB

Continue lendo

Lei dispõe sobre instalação de cercas energizadas

Por Mary Derosso

Continue lendo

Arquiteta explica diferença entre perspectiva artística e 3D

Modelos de desenho englobam profundidade e maior percepção do projeto

Continue lendo

Âmbito internacional

Por Bebel Ritzmann

Continue lendo

Devedor eleito síndico!

Por Luiz Fernando de Queiro, autor do TPD-Direito Imobiliário e do Guia do Condomínio IOB

Continue lendo

O Morador  Online  - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por MMV
Fone: 41 - 3333-8017