Arquitetura & Decoração

Arquiteta explica diferença entre perspectiva artística e 3D

Modelos de desenho englobam profundidade e maior percepção do projeto

O constante desafio e objetivo do arquiteto é proporcionar um projeto de qualidade para o cliente, onde seus sonhos sejam personificados naquele local. Para isso, atualmente existem dois tipos de desenhos: a perspectiva artística e o 3D. De acordo com a arquiteta Priscila Tressino, os desenhos mostrados aos clientes nada mais são que uma maneira de representar ideias. Apesar dos dois atuais modelos, “o foco é trabalhar a profundidade do projeto, para que o cliente tenha uma percepção maior do que será entregue”, explica a arquiteta.

Quando fala-se da perspectiva artística o objetivo é entender que o desenho irá contemplar toda a composição visual, desde altura, largura e profundidade. Este tipo de obra não é utilizado apenas na arquitetura, mas também em diversas profissões, como arte, engenharia, computação, entre outras.

Na arquitetura, o desenho com perspectiva compõe diversos cálculos matemáticos e precisos, dando estabilidade na ideia que será mostrada. “Este tipo de desenho permite que mostremos mais a fundo o que será o projeto para o cliente. Ele dá a ideia e contempla o espaço que temos, não se torna algo utópico, mas com precisão”, conta Priscila.

Já o 3D tornou-se uma tecnologia que engloba as primícias da perspectiva, porém, com um acréscimo de dimensão. Ele é realizado por programas computadorizados e dá uma visualidade ampla do projeto para o cliente.

“Apesar da tecnologia utilizada, é importante sempre alertar o cliente o consumidor que o 3D pode passar a ideia de um ambiente mais amplo do que muitas vezes será realmente projetado”, alerta a arquiteta.

Colunas

RAIMUNDOS CELEBRA 25 ANOS DO DISCO DE ESTREIA EM CURITIBA

A turnê comemorativa de lançamento do álbum homônimo de estreia tem como convidado ilustre: Fred Castro, baterista original do grupo e passa pela capital paranaense no próximo dia 06 de abril na Ópera de Arame. Ingressos já estão à venda

Continue lendo

Quórum para obra comum

Por Luiz Fernando de Queiroz, autor do TPD-Direito Imobiliário e do Guia do Condomínio IOB

Continue lendo

Arquiteta revela truques para não errar em projeto da casa de praia

Por se tratar de um espaço de reunião familiar, encontro de amigos e celebrações, os espaços sociais normalmente ganham maior destaque

Continue lendo

M.A.R.C. Institute inaugura laboratório em Curitiba

Por Bebel Ritzmann

Continue lendo

Vale limitar procurações

Por Luiz Fernando de Queiroz, autor do TPD-Direito Imobiliário e do Guia do Condomínio IOB

Continue lendo

O Morador  Online  - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por MMV
Fone: 41 - 3333-8017