Arquitetura & Decoração

Aromatização transmite sensação de aconchego ao lar

Perfumar os cômodos melhora a qualidade de vida dos residentes e fortalece o vínculo emocional

“Lar, doce lar!”, essa é a sensação que todos procuram após um dia exaustivo ou ao retornar de uma viagem. Para conquistar esse resultado, além de uma combinação harmônica de cores e móveis, é fundamental preocupar-se com a aromatização do ambiente, que influencia diretamente na percepção do espaço. Os arquitetos Ana Paula Guimarães e Thiago Manarelli, dão dicas para acertar na escolha e decorar com classe:

Fragrância única: Com a infinidade de modelos disponíveis, pode parecer desafiador escolher o mais adequado para cada ambiente, mas não é. Apesar de não ser uma exigência, os arquitetos aconselham o uso de um único aroma para o lar. “Costumamos utilizar a mesma essência na casa toda, para que dê unidade e o morador não sinta um cheiro em cada lugar. Fica mais harmônico e agradável”, aponta Thiago.

Aromatizador ideal: A escolha depende do local que deseja perfumar. Há linhas para lavanderia, cozinha e quartos - com sachês e spray renovador de lençóis. Velas e difusores são os mais indicados para salas e quartos, enquanto para a decoração de lavabo é recomendado aplicar as varetas difusoras em conjunto com sprays de ambientes. “Essa união é mais eficiente para manter um aroma constante do que os perfumadores usados ocasionalmente”, explica Nayana Pedreira, sócia-diretora da Acqua Aroma.

Atenção redobrada no quarto da criança: As fórmulas mais leves, como florais suaves, são as melhores, mas apenas após o pequeno ter completado seis meses de vida. “Nesse período sugerimos apenas borrifar água perfumada nas roupas dele antes de guardá-las no armário, para evitar o contato direto do perfume com sua pele”. Além disso, produtos específicos com cheirinho de bebê, como álcool em gel para as visitas, harmonizam bem com o ambiente infantil.

A escolha da fragrância: Perfumar os cômodos melhora a qualidade de vida dos residentes e fortalece o vínculo emocional, relacionando o cheiro da casa às boas emoções. Para ambientes mais íntimos, a lavanda é a mais procurada; já na sala, que é mais versátil e de uso coletivo, podem ser usadas fragrâncias amadeiradas, orientais ou florais. Notas cítricas funcionam como neutralizantes da mistura de aromas comuns na cozinha, enquanto verbena e limão siciliano são mais indicados para os banheiros, assim como a lavanderia que, com toques florais, transmite maior sensação de limpeza.

Colunas

CURITIBA RECEBE QUEEN EXPERIENCE IN CONCERT EM AGOSTO

O evento que acontece no dia 17 agosto, na Ópera de Arame, relembra os grandes clássicos da lendária banda de Freddie Mercury

Continue lendo

Edifícios também adoecem

Por Luiz Fernando de Queiroz, autor do TPD-Direito Imobiliário e do Guia do Condomínio IOB

Continue lendo

Projetos que é verdadeira lição de estilo

Solução criativa para transformar ambientes da casa

Continue lendo

Brunch exclusivo

Por Bebel Ritzmann

Continue lendo

Não basta vigiar o papel

Por Luiz Fernando de Queiroz, autor do TPD-Direito Imobiliário e do Guia do Condomínio IOB

Continue lendo

O Morador  Online  - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por MMV
Fone: 41 - 3333-8017