Universo Pet

VOCÊ SABIA?

Conheça algumas curiosidades a respeito da saúde física e mental de cães e gatos

Alimentação natural
Os animais de estimação conquistaram de vez o coração dos brasileiros e hoje, o país ocupa o quarto lugar no mundo em população total de pets. Isso tem levado alguns donos a reavaliar o tipo de alimento oferecido aos bichinhos. Sabe-se que uma refeição adequada interfere diretamente no desenvolvimento, crescimento, energia, disposição e alegria. “A alimentação adequada deve ser balanceada e conter proteínas, vitaminas, carboidratos, gorduras e minerais”, explica a veterinária Natália Gouvêa, especialista em fisioterapia e nutrição animal. Uma parcela importante dos donos de animais tem optado pela alimentação natural, com ingredientes de alta qualidade, selecionados e que supram todas as necessidades dos bichinhos. São sugeridos o uso grão, legumes, verduras, frutas, carnes e óleos e a exclusão de qualquer tipo de aditivo químico.

Pet adotado
Segundo uma pesquisa realizada pelo instituto Fess’Kobbi, atualmente, existem mais de 100 milhões de cães e gatos nos lares brasileiros. Desse total, em média, 41% dos cães e 85% dos gatos são adotados. Entretanto, segundo dados da ONG Proteger, de cada 20 animais adotados, em média, cinco são devolvidos para as ruas ou retornam para a instituição. E essa é uma realidade que se repete em diversas outras ONGs do país. É importante ter em mente que a decisão de adotar um animal de companhia deve ser séria e responsável. Esses animais exigem cuidados e atenção, assim como qualquer outro ser vivo. Por isso, é importante saber como adaptá-los ao novo lar para que o relacionamento seja harmonioso para ambas as partes. Portanto, invista no adestramento por meio do reforço positivo; ajuste os cuidados de acordo com a idade do pet; e cuide da alimentação do novo integrante da família.

Maus tratos
A crescente aproximação dos pets com os humanos tem colocado em pauta a fragilidade da vida animal e a necessidade de ações para conscientização, fiscalização e responsabilização por atos de crueldade e abandono. Para acompanhar essas situações em Curitiba (PR), a prefeitura disponibiliza por meio da Central 156 a abertura de registros de casos de maus tratos e exploração animal, que podem ser realizados por telefone, chat ou site. A Rede de Proteção Animal da Prefeitura de Curitiba intensificou as ações pela causa animal. Apenas em 2018 foram 15 mil cães e gatos castrados gratuitamente e quase 4 mil animais receberam avaliações clínicas gratuitas em uma parceria com a Universidade Federal do Paraná. Foram promovidas, ainda, atividades educativas e feiras de adoção.

Conheça algumas curiosidades a respeito da saúde física e mental de cães e gatosAlimentação naturalOs animais de estimação conquistaram de vez o coração dos brasileiros e hoje, o país ocupa o quarto lugar no mundo em população total de pets. Isso tem levado alguns donos a reavaliar o tipo de alimento oferecido aos bichinhos. Sabe-se que uma refeição adequada interfere diretamente no desenvolvimento, crescimento, energia, disposição e alegria. “A alimentação adequada deve ser balanceada e conter proteínas, vitaminas, carboidratos, gorduras e minerais”, explica a veterinária Natália Gouvêa, especialista em fisioterapia e nutrição animal. Uma parcela importante dos donos de animais tem optado pela alimentação natural, com ingredientes de alta qualidade, selecionados e que supram todas as necessidades dos bichinhos. São sugeridos o uso grão, legumes, verduras, frutas, carnes e óleos e a exclusão de qualquer tipo de aditivo químico. 
Pet adotado Segundo uma pesquisa realizada pelo instituto Fess’Kobbi, atualmente, existem mais de 100 milhões de cães e gatos nos lares brasileiros. Desse total, em média, 41% dos cães e 85% dos gatos são adotados. Entretanto, segundo dados da ONG Proteger, de cada 20 animais adotados, em média, cinco são devolvidos para as ruas ou retornam para a instituição. E essa é uma realidade que se repete em diversas outras ONGs do país. É importante ter em mente que a decisão de adotar um animal de companhia deve ser séria e responsável. Esses animais exigem cuidados e atenção, assim como qualquer outro ser vivo. Por isso, é importante saber como adaptá-los ao novo lar para que o relacionamento seja harmonioso para ambas as partes. Portanto, invista no adestramento por meio do reforço positivo; ajuste os cuidados de acordo com a idade do pet; e cuide da alimentação do novo integrante da família.
Maus tratosA crescente aproximação dos pets com os humanos tem colocado em pauta a fragilidade da vida animal e a necessidade de ações para conscientização, fiscalização e responsabilização por atos de crueldade e abandono. Para acompanhar essas situações em Curitiba (PR), a prefeitura disponibiliza por meio da Central 156 a abertura de registros de casos de maus tratos e exploração animal, que podem ser realizados por telefone, chat ou site. A Rede de Proteção Animal da Prefeitura de Curitiba intensificou as ações pela causa animal. Apenas em 2018 foram 15 mil cães e gatos castrados gratuitamente e quase 4 mil animais receberam avaliações clínicas gratuitas em uma parceria com a Universidade Federal do Paraná. Foram promovidas, ainda, atividades educativas e feiras de adoção.

Colunas

Peça baseada em texto de Hilda Hilst será encenada em Curitiba

O Caderno Rosa da Senhora H chega ao Novelas Curitibanas em fevereiro

Continue lendo

Quórum para portaria externa

Por Luiz Fernando de Queiroz, autor do TPD-Direito Imobiliário e do Guia do Condomínio IOB

Continue lendo

Drywall deixa o ambiente bonito e criativo

O Drywall pode ser usado na decoração e permite criar sancas que irão deixar o ambiente muito mais harmonioso

Continue lendo

Viagem gastronômica pela Ásia no Rayon

Por Bebel Ritzmann

Continue lendo

Cláusula vira armadilha

Por Luiz Fernando de Queiroz, autor do TPD-Direito Imobiliário e do Guia do Condomínio IOB

Continue lendo

O Morador  Online  - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por MMV
Fone: 41 - 3333-8017