Universo Pet

Saiba evitar cheiro de cachorro molhado nos dias de chuva

O ideal é secar bem os bichinhos, pois as partes molhadas podem desenvolver alergias e criar fungos

Para aproveitar o verão chuvoso e não deixar os pets com cheiro de cachorro molhado, é preciso ter alguns cuidados na hora dos passeios. “O ideal é secar bem os bichinhos após pegar chuva ou passar por poças d’água, pois as partes molhadas podem desenvolver alergias e criar fungos”, explica William Galharde, um dos groomers mais premiados do país. A dica é válida também para os cãezinhos que costumam ir à piscina ou à praia.

Caso o pelo fique úmido, pode causar infecções que provocam cheiro ruim. “Procure secar bem com uma toalha limpa, principalmente as patinhas e dobrinhas, e depois, caso necessário, usar o secador numa temperatura morna”, orienta Galharde. Mesmo em dias quentes, não é indicado deixar o bichinho molhado secando sozinho ao sol.

No banho
Nesta época, o banho é essencial para manter o odor agradável e o pet saudável. Indicado uma vez por semana, deve ser feito com produtos adequados, com ph balanceado e hidratante, tanto para o pelo como para a pele. Ele alerta que é preciso proteger o ouvido dos bichinhos com um algodão apropriado para não entrar água, manter a temperatura da água amena e secar bem.

“No caso de piscina e praia, é imprescindível depois lavar com água doce e secar bem os bichinhos. As pessoas devem ficar atentas para retirar todo o resíduo de cloro ou de água salgada, para evitar o ressecamento”, orienta Galharde.

Colunas

CURITIBA RECEBE QUEEN EXPERIENCE IN CONCERT EM AGOSTO

O evento que acontece no dia 17 agosto, na Ópera de Arame, relembra os grandes clássicos da lendária banda de Freddie Mercury

Continue lendo

Edifícios também adoecem

Por Luiz Fernando de Queiroz, autor do TPD-Direito Imobiliário e do Guia do Condomínio IOB

Continue lendo

Projetos que é verdadeira lição de estilo

Solução criativa para transformar ambientes da casa

Continue lendo

Brunch exclusivo

Por Bebel Ritzmann

Continue lendo

Não basta vigiar o papel

Por Luiz Fernando de Queiroz, autor do TPD-Direito Imobiliário e do Guia do Condomínio IOB

Continue lendo

O Morador  Online  - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por MMV
Fone: 41 - 3333-8017