Setor de lançamentos imobiliários ganha fôlego em Curitiba

Estoque em queda, retomada dos lançamentos supereconômicos (com preço de até R$ 170 mil) e reajuste no preço de todas as tipologias de apartamentos residenciais novos. Esse foi o panorama do setor de lançamentos em Curitiba, segundo os últimos dados da pesquisa de mercado realizada pela Associação dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário do Paraná (Ademi/PR), em parceria com a BRAIN Bureau de Inteligência Corporativa. “Essa redução do estoque, acrescida à diminuição das unidades em oferta, mostra que os distratos de imóveis novos estão sob controle na capital paranaense. Ainda, sugere a abertura de espaços para novos empreendimentos”, ressalta a presidente da Ademi/PR, Aline Perussolo Soares.

Confirmando o desempenho ao longo do ano, os imóveis econômicos (com preços de R$ 170 mil a R$ 250 mil) e standard (com preço de R$ 250 mil a R$ 400 mil) são os que registram as maiores reduções nos últimos 12 meses, tendo novembro como mês de referência, com recuo de 28% e de 22% das unidades em estoque, respectivamente. O estoque de studios, lofts e apartamento de um dormitório em Curitiba também apresentou diminuição, com recuo de 8% em unidades.

“Percebe-se claramente que o setor de lançamentos imobiliários passou por um ajuste ao longo do ano passado, com equalização da relação entre oferta e demanda especialmente nos padrões com maior número de unidades. Embora em menor escala, essa situação deve persistir ao longo desse ano, paralelamente com o lançamento de novos empreendimentos nos padrões que já estão mais estabilizados”, analisa Aline.

Esse é o caso do padrão supereconômico (imóveis com preço até R$ 170 mil) que apresentou a retomada dos lançamentos em novembro, conforme os dados da pesquisa da Ademi/PR e da BRAIN. Ao todo, foram colocadas no mercado 562 novas unidades de dois empreendimentos na capital paranaense. Para o diretor de Pesquisa de Mercado da associação, Fábio Tadeu Araújo, o anúncio das novas regras e do novo teto para as habitações enquadrada no Minha Casa Minha Vida estimularam os lançamentos nesse padrão.

Quanto aos bairros, tomando como base o valor dos imóveis novos disponíveis para a venda em Curitiba, em novembro, o Batel continua a deter o maior valor do metro quadrado privativo para studios, lofts e apartamentos de um dormitório, na média de R$ 10.433,00. O bairro também tem o maior valor do metro quadrado privativo para os apartamentos residenciais novos de dois e três dormitórios, com média de R$ 11.991,00 e de R$ 10.473,00. Em relação aos apartamentos de quatro dormitórios, o Campina do Siqueira continua na liderança, com preço médio do metro quadrado privativo a R$ 11.596,00, em média.

Colunas

Zucchero encerra turnê brasileira em Curitiba

Ingressos já estão à venda para o show do mito da música italiana que faz única apresentação, no próximo dia 29 de outubro, no palco do Teatro Positivo – Grande Auditório

Continue lendo

O pé-direito do elevador

Por Luiz Fernando de Queiroz é autor do TPD-Direito Imobiliário e do Guia do Condomínio IOB

Continue lendo

Inovação com segurança

No ano de 2005, o vereador Zé Maria, protocolou o Projeto de Lei 005.00167.2005, com a seguinte justificativa: “Curitiba cresceu, e muito. Deixou de ser uma província, há muito tempo. Há 31 anos, em 1974, a prefeitura implantou o sistema de Ônibus Expresso, inicialmente, com apenas duas linhas, Norte-Sul e Leste-Oeste. A inovação foi grande

Continue lendo

Projetos em contêineres

O universo da arquitetura e decoração está sempre em movimento, com inovações que levam personalidade para os projetos

Continue lendo

Lounge no Fashion Walk

Por Bebel Ritzmann

Continue lendo

Síndico omisso cede ação

Por Luiz Fernando de Queiroz autor do TPD-Direito Imobiliário e do Guia do Condomínio IOB

Continue lendo

O Morador  Online  - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por MMV
Fone: 41 - 3333-8017