Saúde

Endocrinologistas chamam atenção para Dia Nacional de Combate ao Colesterol

Dia 8 de agosto alerta sobre fatores de risco da doença, importância da manutenção do tratamento medicamentoso e, principalmente, mudança no estilo de vida para reduzir a mortalidade por doenças cardiovasculares

Com objetivo de conscientizar a população sobre os riscos do colesterol alto, 8 de agosto foi instituído como o Dia Nacional de Combate ao Colesterol. Neste ano, a campanha da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia segue o mote: “Colesterol no alvo: abrace essa ideia e proteja seu coração”. Médicos endocrinologistas associados à entidade alertam que muitos pacientes têm abandonado o tratamento medicamentoso, por conta da desinformação sobre os efeitos colaterais das estatinas. Mas o grande desafio para população ainda é a mudança no estilo de vida.

Todos os anos as doenças cardiovasculares fazem cerca de 17,5 milhões de vítimas ao redor do mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Este número poderia ser reduzido com um efetivo controle do colesterol e da pressão alta, além de outras condições que contribuem para o aumento do risco de ataques cardíacos e derrames.

Os principais vilões que impactam em um colesterol alto são obesidade, sedentarismo, alimentação gordurosa, estresse, tabagismo, hipertensão e diabetes melitus. Praticar atividades físicas, evitar o consumo excessivo de gordura, consumir fibras, visitar regularmente um endocrinologista para acompanhar os níveis de colesterol são orientações importantes para manter o colesterol em níveis saudáveis. Outros fatores que influenciam o colesterol são herdados, como aumento genético do colesterol, além de história familiar de infarto em mulheres antes dos 65 anos e homens antes dos 55anos.

Uso crônico das estatinas

Quem já teve um infarto ou tem alto risco de desenvolver doença cardíaca e apresenta placas de colesterol, é um candidato a uso crônico das estatinas. Segundo a endocrinologista Maria Augusta Karas Zella, médica que integra a diretoria da SBEM-PR, é importante desmistificar o risco desses medicamentos. “O endocrinologista, ao prescrever uma medicação à base de estatina para tratar o aumento do colesterol já avaliou os fatores de risco para o desenvolvimento da doença aterosclerótica, que leva ao entupimento das artérias”, pontua Maria Augusta. As diretrizes das Sociedades de Endocrinologia e Cardiologia estabelecem os alvos de tratamento do colesterol LDL, por isso é importante conversar com o especialista.

Ela explica que, hoje o infarto (IAM) e o acidente vascular cerebral (AVC) respondem por cerca de 2/3 das mais de 350 mil mortes cardiovasculares que ocorrem no Brasil a cada ano. “O paciente nunca deve abandonar o tratamento medicamentoso, porque está se colocando em risco. O endocrinologista ficará atento aos efeitos colaterais que estão associados ao uso crônico desses remédios e não usá-los quando indicados aumenta a mortalidade”, alerta a endocrinologista.

Mudança no estilo de vida

A aderência ao tratamento medicamentoso no paciente com colesterol alto é muito importante, mas no caso dos pacientes que também têm hipertrigliceridemia, o risco de mortalidade só será reduzido quando o paciente conseguir implementar mudanças no estilo de vida. “Sabemos que é difícil para todos, independente da faixa etária ou classe social, mas mudar o fator comportamental na maioria dos casos é mais importante do que o uso da medicação isoladamente”, alerta o endocrinologista Alexandre Carrilho, associado da SBEM-PR e palestrante do Congresso EndoSul 2017.

“Então é preciso que o paciente obedeça a dieta, faça exercícios, perca peso se ele tiver sobrepeso ou obesidade, que ele abandone o etilismo se ele tiver o hábito de consumo regular de bebida alcoólicas. Estas medidas são parte integrante do tratamento”, lembra o especialista. Segundo ele, pela dificuldade em corrigir alguns hábitos, esse é o tipo de educação que tem que começar na infância.

O que você precisa saber sobre o colesterol (*)

Embora muitas pessoas achem o colesterol uma substância maléfica, ele é primordial para o funcionamento do corpo humano. Para isso, no entanto, seus níveis devem estar sempre controlados. Confira informações importantes sobre o colesterol:

- O colesterol é um tipo de gordura (lipídio) encontrado em nosso organismo. Ele é fundamental para o funcionamento normal do organismo, sendo o componente estrutural das membranas celulares em todo nosso corpo. Ele está presente no cérebro, nervos, músculos, pele, fígado, intestinos e coração.

- O corpo humano utiliza o colesterol para produzir vários hormônios, vitamina D e ácidos biliares que ajudam na digestão das gorduras. Cerca de 70% do colesterol é fabricado pelo nosso próprio organismo, no fígado, enquanto que os outros 30% vêm da dieta.

- Quando em excesso (hipercolesterolemia), o colesterol pode se depositar nas paredes das artérias, que são os vasos que levam sangue para os órgãos e tecidos, determinando um processo conhecido com arteriosclerose. Se esse depósito ocorre nas artérias coronárias, pode ocorrer angina (dor no peito) e infarto do miocárdio. Se ocorre nas artérias cerebrais, pode provocar acidente vascular cerebral (derrame).

- Manter uma vida saudável, praticando exercícios físicos e evitando comer alimentos gordurosos ajuda a evitar o alto colesterol. Parar de fumar também é uma atitude que ajuda a neste controle.

- Para fazer uma dieta visando o controle do colesterol prefira leite e iogurte desnatados, queijo branco fresco, ricota, cottage, queijos lights, peixes, aves sem pele, carnes magras, evitando sempre consumir gordura em excesso.

- O tratamento das alterações do colesterol deve ser mantido por toda a vida. Tanto os cuidados com a alimentação e exercícios, como o uso de medicamentos deverão ser empregados continuamente.

SERVIÇO
Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia – Regional Paraná | SBEM-PR
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Av. República Argentina, 369, cj. 1101, 11º andar,
Água Verde, Curitiba/PR CEP: 80240-210
Fone: (41) 3343-5338
www.sbempr.org.br | www.facebook.com/sbemparana

Colunas

Zucchero encerra turnê brasileira em Curitiba

Ingressos já estão à venda para o show do mito da música italiana que faz única apresentação, no próximo dia 29 de outubro, no palco do Teatro Positivo – Grande Auditório

Continue lendo

O pé-direito do elevador

Por Luiz Fernando de Queiroz é autor do TPD-Direito Imobiliário e do Guia do Condomínio IOB

Continue lendo

Inovação com segurança

No ano de 2005, o vereador Zé Maria, protocolou o Projeto de Lei 005.00167.2005, com a seguinte justificativa: “Curitiba cresceu, e muito. Deixou de ser uma província, há muito tempo. Há 31 anos, em 1974, a prefeitura implantou o sistema de Ônibus Expresso, inicialmente, com apenas duas linhas, Norte-Sul e Leste-Oeste. A inovação foi grande

Continue lendo

Projetos em contêineres

O universo da arquitetura e decoração está sempre em movimento, com inovações que levam personalidade para os projetos

Continue lendo

Lounge no Fashion Walk

Por Bebel Ritzmann

Continue lendo

Síndico omisso cede ação

Por Luiz Fernando de Queiroz autor do TPD-Direito Imobiliário e do Guia do Condomínio IOB

Continue lendo

O Morador  Online  - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por MMV
Fone: 41 - 3333-8017